16 anos, discípula da Comunidade de Aliança Cristo Libertador.

“É quando estou com Ele, em seus braços, que me sinto amada e bem cuidada”!

Venho de uma família católica, com pouca frequência às missas, fiz minha primeira comunhão com 11 anos de idade, logo que recebi o sacramento, me afastei da igreja. Sempre fui muito tranquila, nunca gostei de baladas e festas do tipo e nesta idade não tinha autorização dos meus pais.

Com 14 anos fui convidada por uma amiga a fazer um retiro para o Crisma, a principio não gostei, até que vivi um momento  “ÚNICO” de intimidade com Deus, através de um momento de oração, repousei nos braços do “Pai” e pela primeira vez pude sentir o quanto Deus me ama e sou preciosa aos Seus olhos!

A partir deste retiro comecei a frequentar o grupo de oração e a conhecer um pouco mais do Ministério de Artes Cristo Libertador (ainda não éramos comunidade), e o desejo de buscar a Deus mais e mais só crescia dentro de mim, a cada grupo, a cada pregação, a cada música…

No ano de 2015, a Comunidade de Aliança Cristo Libertador se concretizou, e fui convidada a participar do processo vocacional, onde fui aprendendo um pouco mais sobre a igreja e a entender o chamado de Deus dentro do meu coração.

Durante este ano de vocacional, sentia o desejo do “algo a mais”, tanto dentro da igreja como na minha vida pessoal, mais o pecado da preguiça e do comodismo não me deixavam sair do lugar, o tempo foi passando e alcançar os meus objetivos já era algo distante pra mim e isto estava tirando a minha paz…

Para me vincular a comunidade, tive que fazer a Simulação Novos Atos 1.0 SP, ali percebi que para ser cristão é preciso sacrifício, renúncia e entrega. Foi necessário abrir o coração de verdade, sem mentiras e sair do meu “mundinho”, rasgando o coração e colocando pra fora toda dor que carregava dentro de mim e que nunca tive coragem de contar a ninguém…  Neste momento, me lancei no amor misericordioso do Senhor e ali, verdadeiramente aconteceu a minha conversão!

Hoje sou discípula e faço parte da equipe de comunicação da Comunidade, sou muito feliz, pois encontrei o meu lugar!

Nada acontece por acaso, a semente nova que Deus plantou dentro do meu coração era de uma alegria imensa, a alegria de saber, que ali começava a minha história, de saber que com apenas de 16 anos pude ter a maior e melhor experiência que alguém pode viver.

“Como o meu corpo precisa de ar, a minha alma precisa de Deus”

A minha vida não pertence mais a mim e sim a ELE, o que ele quiser para mim é o que eu quero! Quando tiro toda a armadura e encosto a cabeça em seu colo, sei que não preciso ter medo de deixar a dor se tornar visível, é quando conto para Ele o que meu coração tem sentido e suportado, que me sinto mais leve, pois sei quem está comigo!

Minha escolha diária será para sempre Ti meu Senhor e meu Deus!