Por – Laís Cardoso

São Simão foi um dos apóstolos de Jesus Cristo. Nascido na Galileia, foi escolhido para ser um dos doze, e nas várias listas dos apóstolos dadas no novo testamento, é o mais desconhecido. A seu respeito, as Sagradas Escrituras conservam somente o nome. Para distingui-lo de Pedro, os evangelistas Mateus e Marcos lhe deram o sobrenome de Zelote ou Cananeu. O sobrenome pode significar tanto a cidade de origem, como a sua participação na seita ultra-nacionalista e não religiosa, chamada de “Os Zelotes”, ou “Zeladores”, que eram os conservadores das tradições hebraicas que lutavam para a libertação de Israel dos Romanos.

Por não ter tantos relatos sobre São Simão, não significa que não seja importante ou seja menos que os demais. Sua importância para nossa fé e nossa igreja continua a mesma, afinal, ele é santo e um dos doze.

Levando para nossa vida esses poucos relatos, podemos concluir que a importância vem de nossa essência. Não importa se somos “populares”; aos olhos humanos, mas sim, quem somos e fomos para Deus. São Simão não foi tão popular ao nosso ver hoje em dia, pois não temos tantos relatos sobre o mesmo, mas ele nunca deixou de ser um dos doze e o mais importante e incrível, ele não deixou de ser santo.

Será que precisamos ser “populares”; ou vistos pelas pessoas? Será que o importante é ser sempre lembrado ou é importante sermos nós e se for necessário, ser lembrado somente por Deus, pela nossa Santa Igreja.

Somos o que somos por Ele e para Ele.

Meus irmãos, que levemos o exemplo de vida de São Simão, entendendo que as pessoas, lembrando ou não de nós, nos vendo ou não, temos que ser santos por nós e por Deus. Que desçamos dos altares que nós mesmo nos colocamos, que deixemos de querer aplausos por termos feito mais que a nossa obrigação, que deixemos de nos achar e nos sentirmos santos querendo sempre prestigio. Santo é aquele que escuta a voz de Deus, é obediente e cumpre com seu papel de fazer somente a vontade de Deus. Santo é aquele que faz sem pensar em retorno, faz por amor, ou melhor, faz pois o santifica mais.

Sendo visto ou não, seja SANTO. Sede santo porque vosso Pai é Santo (Mt 5, 48)