A paz, queridos leitores. Nesta semana quero tratar de um assunto urgente: a murmuração ou se preferir, a reclamação como simples ato de desabafo para quem não resolverá sua situação.

Minha comunidade já está orando há 3 meses para que consigamos mudar esta prática e, mais do que orar, estamos jejuando e batalhando para nos convertermos desta prática. Tem uns negos sofrendo aqui, querido, e eu estou padecendo também, porque assumo: sou meio reclamão.

O Senhor está nos pedindo SILÊNCIO e muita ORAÇÃO, e que se for preciso exortar ou reclamar frente a uma injustiça, erro ou simples direito, que o façamos para quem resolve e não que fiquemos lançando palavras ao vento como fazem os ímpios e os pagãos.

Nesta última quinta feira passei por uma experiência bem interessante que afirmou e confirmou que reclamar com quem resolve é o que há. Veja só: comprei ingressos para o cinema, porém, comprei para o dia errado e a política de troca da empresa diz que não poderia ser realizado o cancelamento e nem a troca de sessão. Pois bem! Mandei um e-mail para o SAC da empresa e fiz uma reclamação no SITE RECLAME AQUI. Pasmem! Em uma hora apenas tive meu pedido atendido e os ingressos cancelados. Além disso, a empresa me notificou via e-mail e telefone. Não precisei pecar mentindo para aumentar a falha da empresa, nem xingando a mesma, nem murmurando, nem nada disso. Óbvio que deu um pauzinho com minha esposa que falou que eu não presto atenção direito nas coisas, mas ficamos por ai e já estamos em paz.

O que aprender com isso? Simples! MURMURAÇÃO= igual a reclamação aleatória, ao léu ou para quem não resolverá seu problema, sendo que esta última instância pode ser chamada de fofoca também.

Guilherme, mas eu preciso desabafar. O que faço? Escolha um padre e se confesse; um orientador espiritual e se oriente e ore! Deus pode resolver todos os seus problemas no tempo em que precisam ser resolvidos. Ele não é SAC, mas vai por mim: resolve! O melhor de tudo é que fui atendido no tempo certo, pois havia comprado o ingresso para 3 horas depois da operação.

Assim é nosso Deus: vem em nosso auxílio quando precisamos, de maneira muito melhor que esperamos ou fantasiamos. Olhe o êxodo, a cruz, a ressurreição, o Espírito Santo: são soluções e ações do Todo Poderoso, muito melhores e maiores do que imaginamos e vieram no tempo certo, sem que houvesse murmuração ou fofoca, mas sim, súplica e oração.

Quando pensar em reclamar, faça esse exercício e pense: SERÁ QUE ESTA PESSOA PODE ME AJUDAR? Se a resposta for NÃO, FECHE O BICO e SILENCIE para não cometer o mesmo pecado de sempre.

Fogo de Elias