-Por Fabiana Passuelo

 

Estamos chegando ao final da quaresma, e você já parou para pensar nos frutos que ela te proporcionou???

Durante 40 dias temos a oportunidade, a exemplo de Jesus Cristo, de nos preparar para a Santa Páscoa, buscando uma mudança de vida, fazendo uma proposta quaresmal.

Um tempo favorável para refletirmos quanto as nossas atitudes, fazendo um exercício espiritual. Um tempo de fazer penitência, de buscar purificação, de jejuarmos, de fazermos caridades e etc.

Neste ano, na comunidade, fizemos um exercício de “mortificação”, então cada um fez sua escolha com o propósito de mudança de atitude, mudança de comportamento, mudança de vida…

Posso dizer que não foi e não está sendo fácil mexer com o que está confortável ou até mesmo resolvido aos nossos olhos, mas afirmo que escolher todos os dias por mudar de atitude, consigo enxergar os frutos que essa quaresma vem proporcionando. Se não definitivamente mudada, mas com pelo menos um primeiro passo dado.

Enfim, Quaresma, é um convite a uma nova conversão, a prepararmos a terra do nosso coração e colher frutos para o nosso crescimento e amadurecimento espiritual.

“Toda árvore boa que não produz bom fruto é cortada e lançado ao fogo. É pelos frutos, portanto, que os reconhecerei”. (Mateus 7, 19 – 20)