A Paz do Cristo Libertador leitores!

 

Entramos no mês de maio, mês destinado a comemoração da Mãe do Menino Jesus, nossa Mãe, com título de Nossa Senhora de Fátima. O que dizer de uma mulher tão fascinante como Maria? Ela que, após anunciação do anjo Gabriel e ter dito “Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” gerou o Bem mais precioso para nós cristãos, educou-O, sofreu suas dores do começo ao fim da vida de Cristo. Como seu SIM gerou uma vida para muitas vidas, isso é fantástico!

E aí eu pergunto: por que não somos assim? Quando recebemos um convite para servir ao nosso Senhor, sozinhos ou com nossa família, ou seja, com nossa vida, relutamos, fugimos, nos fechamos ao medo de prontamente responder SIM à Deus! Ou até ficamos esperando grandes inspirações, explicações, instruções do Pai e dos homens, quando só devemos simplesmente crer e agir!

Por excelência, Maria é o exemplo da união de todas as virtudes, mulher de fé, caridosa, generosa, esperançosa, justa, forte, fiel, prudente, obediente, serva. Modelo ao qual todos devemos jamais esquecer.

Maria, ou melhor, Nossa Senhora de Fátima, que recebeu esse título devido sua aparição em Portugal, é para nós da Comunidade de Aliança Cristo Libertador aquela que traz sinais de nosso carisma, do porquê e para que fomos chamados a servir nas necessidades da Igreja e da sociedade. E avaliando a história desta Santa Mulher podemos constatar: o quão advogada ela sempre foi ao longo de nossa existência desde ministério; quantas lutas enfrentadas sob intercessão dela; a “perder de vista” as inúmeras vezes que ela nos acolheu em seu manto sagrado quando nos sentimos desamparados; nas orações com o rosário, nos ensinou a ter fé e esperança na caminhada; no silêncio, a suportar dores de drásticas mudanças; e hoje, nos impulsiona a lançarmo-nos a mais profunda experiência com o Sagrado em um mundo tão desprovida e contrário a verdadeira essência da vida: o Cristo Ressuscitado.

Enfim, fatos que ocorreram ao longo do tempo que só nos faz acreditar mais ainda no Colo de Maria, nossa mãe que nunca nos abandona e caminha sempre conosco. Portanto, que possamos viver esse centenário, com a oportunidade não só de comemorar aquela que nos gerou, mas experimentar com a vida o amor incondicional de uma Mãe sem igual.

Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós!

 

Deus nos abençoe

Letícia Oliva – Co-Fundadora