Santo Elias – a Aliança com Deus Pai

“Que o fogo que consumia Elias nos consuma a cada dia!”
Guilherme Maggio

img-elias

Humildade, determinação, intrepidez e ousadia são características de Santo Elias, nosso primeiro baluarte. Elias é o profeta do antigo testamento, sua história é narrada nos livros de I Reis, capítulos 17 à 22 e II Reis, capítulos 1 e 2. É Defensor da Aliança com Deus, vem selar em nossa comunidade tal Aliança. Elias é o profeta do fogo, nos impulsionando a sermos fogo de Deus na terra, a levar o nome de Deus à todas as pessoas e lugares e não temer. Para nós Elias é sinal de plena confiança em Deus, mesmo nos momentos de tribulação, e confiança só é construída com muita intimidade e fé, algo que não pode nos faltar. Além disso Elias combate tudo aquilo que quebre a Aliança, lutando contra todas as brechas entre Deus e o homem, lutando por essa Aliança até as últimas consequências. Que o nosso SIM, seja verdadeiramente SIM.  Que nunca nos falte a determinação, a coragem e intrepidez de Elias, para que também a nossa luta seja intensa e verdadeira e a nossa missão seja realizada com êxito! Além disso é a oração de Elias a Deus que se tornou a oração oficial de nossa comunidade: “Senhor, Deus de Abrãao, de Isac, de Israel, meu Deus. Saibam todos hoje que sois o Deus de Israel e desta comunidade, que eu sou Teu servo, e que por Vossa ordem fiz e continuarei fazendo todas essas coisas. Responde-me Senhor para que todo o povo reconheça que só Vós sois Deus, e que sois Vós que converteis todos os corações. Amém!”

São Paulo – a Aliança com Deus Filho

“Tornei-me tudo para todos a fim de salvar alguns a todo custo”
1Cor 9:22

sao-paulo

Esse é o lema que move a nossa comunidade, e está na carta de São Paulo aos Coríntios, como um relato do próprio apóstolo. Paulo talvez seja uma figura emblemática para o catolicismo. Um dos primeiros perseguidores de cristãos, e depois o maior pregador da história.  A conversão de Paulo se dá gradativamente após a morte de Jesus, mas seu ápice é no caminho para Damasco em uma das suas perseguições, quando cai do cavalo e tem um verdadeiro encontro com Jesus, o Deus Filho. Paulo é para nós sinônimo de coragem, um espelho como pregador, alguém próximo de Deus, e missionário. Paulo não hesitava em ir aonde o Senhor o chamava, fundando novas missões por todo o mundo e linkando cada uma delas, e assim o Senhor fez conosco, acendeu o nosso carisma com a união de várias novas comunidades. Além disso, Paulo vem nos impulsionar a ir até onde existe alguém necessitado da palavra, a levar o Evangelho a toda criatura, e fazer o que for necessário para que este Evangelho chegue aos confins da Terra. Por Paulo, entendemos a justificação da nossa fé, em Jesus crucificado e ressuscitado, nosso salvador, e não mais nas leis do antigo testamento. Extremamente CRISTÔCENTRICO, é assim que Paulo nos convida a ser: Jesus no centro das nossas vidas e anunciadores da Boa-nova.

Nossa Senhora do Rosário de Fátima – a Aliança com Deus Espírito Santo

“Não há no mundo ninguém que não precise de uma mãe, até o filho de Deus teve os carinhos de uma mãe.”
Anjos do Resgate – Mãe da Fé

img-nsra-fatimaE assim conosco não seria diferente, tivemos uma mãe, que durante 18 anos cuidou de nós, nos gerou, cuidou, alimentou, educou, nos fez crescer em sabedoria e estatura, nos fez, mesmo com as idas e vindas, permanecermos firmes no sonho que já estava no coração de Deus. Nos amparou, guiou e protegeu. Nossa Senhora do Rosário de Fátima, nossa padroeira e mãe. E o engraçado é que agora em nossa maioridade, deixamos de ser um ministério, para sermos uma comunidade, como um filho que voa em busca dos sonhos, mas que tem no seio materno a certeza do colo e proteção. Hoje temos a nossa primeira SEDE na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima, e somos eternamente gratos por cada padre que passou por nós, e nos acolheu, acolheu nosso carisma, nosso trabalho e muitas vezes nossas loucuras. Agradecemos a cada paroquiano que nos incentivou, nos apoiou em todos os aspectos. Não sabemos o que o futuro nos reserva, e onde o Senhor nos levará, mas em nosso coração sempre haverá a gratidão a nossa primeira casa.

Nossa Senhora de Fátima apareceu pela primeira vez no dia 13 de maio de 1917 em um lugar chamado Cova da Iria em Fátima – Portugal, para 3 pastorzinhos chamados Jacinta, Francisco e Lucia. A descrição feita por Lucia é a seguinte:  “Era uma Senhora vestida de branco, mais brilhante que o sol, irradiando luz mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessado pelos raios do sol mais ardente.

Sua face, indescritivelmente bela, não era nem alegre e nem triste, mas séria, com ar de suave censura. As mãos juntas, como a rezar, apoiadas no peito, e voltadas para cima. Da sua mão direita pendia um Rosário. As vestes pareciam feitas somente de luz. A túnica e o manto eram brancos com bordas douradas, que cobria a cabeça da Virgem Maria e lhe descia até os pés.”  E assim Nossa Senhora de Fátima apareceu, durante 6 meses, aparecendo pela última vez no dia 13 de outubro de 1917, porém sem nunca dizer quem ela era. Somente o disse em sua última aparição, revelando ser a Nossa Senhora do Rosário, e pedindo aos pastorzinhos que rezassem o rosário todos os dias, e o oferecesse pela paz do mundo e pela conversão dos pecadores, além de pedir para que não ofendessem mais o Sagrado Coração de Jesus que já estava tão ferido pelos pecados da humanidade. Por último Nossa Senhora disse que a guerra (na época acontecia a 1ª Guerra Mundial) iria acabar e que os militares voltariam para suas casas.

Se quiser saber mais sobre a histórias das aparições de Maria, confira no site: http://www.devotosdefatima.org.br/aparicoes2.html