A misericórdia oferece dignidade.

Esse foi o tema da Audiência Geral do Papa nessa quarta, 31/08, a reflexão do Papa Francisco baseou-se na narração da mulher “cuja fé a salvou.”

A mulher do evangelho, sofria de hemorragias e por isso era considerada impura, sendo excluída das liturgias, da vida conjugal, e todas as relações em sociedade. Essa mulher não tem nome, não a conhecemos, mas a fé que ela tinha foi capaz de reestabelecer a dignidade em sua vida. Jesus se aproxima dela, que estava escondida, e lança sobre ela um olhar de misericórdia e ternura que salva. Nesse momento, o Senhor não somente a acolhe, mas a considera digna de se encontrar com Ele, de falar com Ele, de ter a atenção Dele – ah, como deve ser perfeito ter a atenção do próprio Jesus.

 

Coragem, filha, tua fé te salvou. Um encorajamento de Cristo que ecoa hoje.

Quando Jesus diz “Coragem filha..” é a expressão de toda a misericórdia de Deus por aquela mulher, que representa todas as pessoas descartadas da sociedade. Quantas vezes nos sentimentos interiormente descartados pelos nossos pecados? Mas ainda o Senhor nos diz “Coragem filho, vem! Para mim você é precioso. Tu és meu filho.” Esse é o momento da graça e do perdão, nesse momento a coragem que precisamos ter é de ir ao encontro do Pai, pedir perdão e seguir em frente.

Precisamos nos lembrar: Cristo nos liberta disso, e nos coloca em pé: ‘levanta, vem, em pé”.